O mercado brasileiro de automóveis passou por um período de recorde de vendas, mas infelizmente este recorde foi conquistado de forma desleal. Mesmo com a ínfima redução do IPI (hoje, esta havendo um aumento gradual da alíquota), o consumidor brasileiro esta sendo lesado.

O mais recente exemplo foi denunciado pelo portal automotivo CARPLACE, sobre um carro que no Brasil tem status de sofisticado, requintado e caro, mas no resto do mundo é um simples projeto para paises emergentes, popular e barato: o Honda City.

A Honda esta exportando o carro citado para o México e a versão mais simples tem preço de 197 mil pesos mexicanos (R$25.800,00). A versão equivalente no Brasil esta sendo vendida por R$56.815,00!

As elevadas taxas governamentais, junto com a alta margem de lucro praticada pelos fabricantes de automóveis, transformam o preço de muitos automóveis a valores equivalentes a mais da metade do cobrado pelo mesmo automóvel (e até mais equipado) fora do Brasil.