Até hoje me lembro que em minha infância conquistei um álbum de figurinhas chamado Hot Cars (1988), e ao longo do tempo em que fui completando o álbum fui descobrindo o mundo dos carros da NASCAR, Fórmula Indy e os “estranhos” Funny Cars da NHRA.

Mas um dos modificados veículos se destacava por sua pintura e labaredas saindo por seu escapamento: era um dos Funny Cars da equipe do piloto e showman “Jungle Jim” Liberman.

Liberman é o número 17 do Top 50 NHRA drivers, uma lista com os 50 maiores pilotos nos 50 anos de história da National Hot Rod Association.

Alguns anos depois soube que os carros daquela equipe, que foram um dos mais populares Funny Cars da década de 70, não só chamavam a atenção por suas pinturas e desempenhos em suas passagens como eram acompanhados por uma provocante garota cool hippie que auxiliava nos Boxes e excitava o público nas arquibancadas antes, durante e depois dos burnouts e largadas dos carros da equipe de Liberman.
 

 
A garota se chamava “Jungle Pam” Hardy , tinha apenas 18 anos e era quase uma Girl Line Up. Estava mais para uma assistente de mágico que faz os marmanjos prestarem atenção mais nela do que no próprio show, algo que era incomum nas pistas americanas de Drag Racing, já que a presença de mulheres era proibida até então (1972) e com seus shorts curtos e blusas transparentes/decotadas era uma diferente e paradisíaca visão naquele delicioso ambiente quente e barulhento.
 

 
Os mais jovens podem não apreciar a beleza temporal de Pam. Eu compreendo que ela tinha mais do que beleza, tinha a atitude confiante daqueles tempos, algo que na maioria das vezes só quem era jovem nesta época onde esta história aconteceu pode identificar, mas eu e uma parcela considerável de jovens NERDs de Carro somos a exceção.
 

Facebook  http://www.facebook.com/pages/Nerd-de-Carro/154253771251934
Tumblr http://nerddecarro.tumblr.com